Motorista foi multado: o que fazer?

  • Motorista foi multado: o que fazer?

    Motorista foi multado: o que fazer?

    Não importa o tamanho da frota. Ao longo do ano você receberá notificações de algum motorista multado. Já aconteceu com a sua empresa? Apesar de ser um gasto esperado, não costuma ser um gasto previsto. Esse valor pode chegar a casa de centenas de milhares de reais em uma grande frota. Essa é uma dor de cabeça que o gestor de frota não quer ter.

     

    O que fazer quando o motorista da frota for multado?

    A multa mais emitida no Brasil é por excesso de velocidade, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Ou seja, é provável que a sua empresa receba a notificação após a passagem do veículo por um radar de estrada.

    Independente da multa, o proprietário do veículo irá receber sua notificação. Muitas vezes, para evitar problemas, a transportadora prefere fazer o pagamento direto.

    A responsabilidade pela multa dependerá da política de frotas estabelecida pela empresa. Normalmente, o próprio motorista infrator. Nesse caso, a empresa desconta o custo imprevisto diretamente do condutor responsável. 

     

    Primeiro passo: indique o condutor multado

    Quando um veículo de uma Pessoa Jurídica for multado na estrada, a legislação exige que o condutor responsável seja indicado pela empresa, já que as empresas não possuem CNH. Se não fizer, sofrerá multa por Não Indicação do Condutor (multa NIC). Se o mesmo veículo sofrer outra infração no prazo de 12 meses, e a empresa também não fizer a indicação do condutor, a multa será duplicada.

    A justiça entende que penalidades financeiras podem não ser suficientes, principalmente se as multas forem recorrentes. Nesse caso, a perda de pontuação na carteira ou até a suspensão da mesma podem ocorrer.

    Você precisa indicar o condutor assim que receber a notificação. No próprio documento existe um campo para você preencher os dados necessários. Você também anexará uma cópia da CNH do condutor. Ao final, precisará encaminhar ao órgão competente. 

     

    Gestão de multas: como realizar

    Uma estratégia para reduzir as penalidades sofridas pela frota é através da gestão de multas. Ou seja, identificar pontos que possam passar por ações de melhoria. Estamos falando tanto nos veículos quanto na equipe. Assim você evitará essas situações. É possível não só gerenciar recebimento, pagamento, pontuações e suspensões de carteiras de motoristas, mas agir preventivamente junto à equipe.

    A diminuição desses custos surpresas é fundamental, já que impacta diretamente no faturamento da empresa e até na qualidade do serviço prestado.

    É fundamental realizar um diagnóstico prévio da sua frota. E não se esqueça do acompanhamento do processo logístico. Essas duas ações permitirão prever situações que facilitem o recebimento de infrações, como o tempo de deslocamento por trajeto, consumo de combustível e velocidade do percurso.

    O diagnóstico e o trabalho preventivo junto a sua frota e equipe são essenciais. Investir em treinamentos, qualificação técnica, assim como no acompanhamento de saúde da equipe permitem prevenir potenciais problemas na sua gestão de frota.

     

    Gestão de CNH também é um grande aliado

    Para ter o controle sobre a sua frota, você precisa acompanhar todos os detalhes importantes. A CNH dos seus motoristas tem um papel fundamental nisso. Ter o controle sobre a equipe e a frota de veículos da empresa, além de serem ações simples, evitarão grandes dores de cabeça no futuro.

    Garantir que seus condutores estão devidamente habilitados, de acordo com a legislação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) evitará responsabilizações jurídicas desnecessárias. Por exemplo, caso seu motorista se envolva em alguma conduta irregular, além da multa, a sua empresa também pode ser responsabilizada. Isso também vale para acidentes e utilização incorreta do veículo. Sem falar no Artigo 310 do CTB:

    “Permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança:

    Penas – detenção, de seis meses a um ano, ou multa.”

    A gestão dos dados da CNH dos seus condutores te permitirá antecipar possíveis problemas. Além disso, poder acompanhar o vencimento, renovação da carteira, bem como a suspensão e pontuação da mesma. É importante lembrar que os pontos podem ser perdidos também quando seu motorista estiver em veículo particular. A pontuação também poderá ser perdida quando o motorista estiver em veículo particular.

    Então se o que você precisa é de um sistema completo para facilitar a gestão da sua frota, o TARGET Empresa é a solução. Com essa ferramenta você terá tudo em um só lugar. É possível consolidar de maneira eficiente as informações de multas e CNH. Você também pode atribuir a centros de custos, identificar o real infrator e muito mais.

    Quer saber mais? Clique aqui para conversar com um especialista agora mesmo.

    TARGET Empresa Gestao de Frota Motorista foi multado: o que fazer?

    Comments are closed.