Gestão de frotas: Fatores que influenciam nos custos e soluções para economizar

  • Gestão de frotas: Fatores que influenciam nos custos e soluções para economizar

    Gestão de frotas: Fatores que influenciam nos custos e soluções para economizar

    * José Santos

     

    Para manter o balanço financeiro positivo, é importante ter uma gestão e controle de gastos adequados. No ramo de transportes, otimizar custos com a frota de veículos torna-se essencial.

    Primeiramente, deve-se estar atento às normas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que regem o mercado de transporte rodoviário de cargas. Entre elas, está o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC), que é obrigatório para todos os transportadores, sejam autônomos, empresas ou cooperativas, visando disciplinar o setor e garantir  maior qualidade e responsabilidade na prestação dos serviços.

    A realização de transporte para terceiros em veículo que não possui cadastro no RNTRC, ou caso ele esteja vencido ou suspenso, pode levar a multas e penalidades que variam entre R$ 750,00 e R$ 1.500,00. No caso de flagrante no transporte de carga em veículo com registro cancelado, a multa atinge R$ 2.000,00. Adequando-se a esta e outras regras, além de seguir a legislação, evitam-se gastos desnecessários.

    Por isso, antes de se preocupar com as demais questões do setor, é de suma importância ter seu documento regularizado pelo órgão fiscalizador. Após este processo, siga em frente para verificar quais erros podem ser evitados.

    Controle de custos

    Para criar estratégias e reduzir gastos de forma correta, primeiramente é importante que o gestor de frotas os compreenda e monitore. Somente desta forma um plano eficaz pode ser traçado, representando otimizações à empresa. Custos por viagens, por motoristas, com manutenção e troca de peças devem ser levados em consideração dentro destas estratégias traçadas.

    É por isso que softwares e plataformas de gestão estão cada vez mais solicitados pelo setor de transportes. Eles podem auxiliar nessa etapa e, dependendo do tamanho de sua demanda, são essenciais.

     

    Planejamento de rotas

    Planejar sua rota é fundamental não apenas para definir os melhores percursos, mas principalmente para aprimorar o serviço de sua empresa e cortar gastos. Além disso, você otimiza o tempo de viagem, economiza combustível e reduz custos operacionais.

    Vale ressaltar também que, ao percorrer rotas planejadas e estipuladas pelo contratante, você reduz o risco de roubo de carga e desgastes desnecessários no caminhão.

     

    Não digira em marcha lenta

    Uma curiosidade da área de transportes que pode influenciar muito nas finanças é a marcha lenta. Quando um caminhão opera desta forma, provoca desgaste excessivo e reduz a vida útil do motor, aumentando o gasto de combustível e a emissão de poluentes.

    Instruir a equipe de motoristas a evitar esse tipo de situação irá representar uma diminuição de custos diretos e indiretos, como a manutenção dos veículos.

    A gestão de frotas não é tarefa fácil e exige muita atenção de quem está no controle. Entretanto, encontrar saídas para minimizar os gastos pode ser a solução para contratempos em sua empresa. Se você fizer a manutenção preventiva, investir em tecnologias de inovação e planejar suas rotas corretamente, poderá até melhorar seu gerenciamento.

    *José Santos é CEO da TARGET Meio de Pagamentos.

     

    Comments are closed.