Eficácia na definição do frete

  • Eficácia na definição do frete

    Eficácia na definição do frete

    Mais da metade dos transportes no Brasil são realizados por meio de rodovias, segundo informações da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Por englobar diversos fatores para definição do custo total da entrega, realizar a cotação e selecionar a transportadora adequada, entre as mais de 150 mil regularmente inscritas, pode ser tornar uma difícil tarefa para gestores. Muitos critérios entram em questão na hora da escolha, mas sabe-se que o preço cobrado pode ser determinante, uma vez que interfere nos lucros e também no valor final do produto.

    Para José Santos, CEO da Target Meio de Pagamentos, o cálculo eficaz do frete é importante para ambos os lados, pois evita prejuízos para a transportadora e para compradores. “Com a competitividade cada vez maior e a necessidade eminente de otimizar os gastos, a eficácia neste processo é crucial para impulsionar as vendas, aumentar a rentabilidade e destacar-se no mercado. Para isso, é preciso conhecer a fundo todos os fatores que influenciam no preço e também pensar em soluções práticas que garantam a sustentabilidade nos negócios”, diz.

    Essencialmente, os elementos que compõem o valor são:

    • Distância – Uma das variáveis mais importantes no cálculo é o percurso a ser percorrido. Além de aplicar o valor de tabela, não se pode esquecer de considerar também o número de veículos destacados para a atividade, o que deve reduzir o custo total.
    • Peso ou volume – Juntamente à distância, estes fatores são determinantes, devendo-se atentar à forma de cobrança, podendo ser por preço total do produto ou por cubagem, isto é, cálculo feito pela relação entre o volume e peso, resultante da seguinte fórmula: Peso (Kg) / Volume (m3). Neste caso, vale avaliar qual a forma adequada de cobrança em cada caso ou a mais rentável.
    • Valor da nota fiscal – O valor incide na cotação e torna o transporte de alguns produtos mais elevados, o que comumente ocorre com cargas mais valiosas. Neste caso, é importante avaliar o melhor para sua empresa e a prática do mercado.
    • Custos de transporte – Pedágio, combustível, gastos com transportador, taxa de gerenciamento de risco. Estes são componentes variáveis que podem alterar o valor final, diretamente ligados ao local, distância e constantes reajustes. Segundo Santos, apesar de serem fatores aquém do controle das transportadoras e empresas, é possível realizar um planejamento para otimizar os custos. “Estudar novas possibilidades de economizar nas viagens e utilizar ferramentas para gerenciamento de frete e pagamentos online certamente contribuirão com o aprimoramento do trabalho, da produtividade gestão financeira”.

     
    Para auxiliar no controle de despesas e facilitar o pagamento de frete, confira as soluções da Target MP, uma das empresas com a tecnologia mais avançada no mercado de meios de pagamento. Acesse: http://targetmp.com.br/.

    Comments are closed.